ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Marcelo Quaglio
marcelo@bureauideias.com.br
(11) 4506-3181

ALBAUGH


RELEASES

Fábrica da Albaugh Brasil recebe Selo Verde

Concedidos a empresas que operam dentro da legislação ambiental e que estimulam a produção com desenvolvimento sustentável e a preservação do meio ambiente, o Selo Verde e o Certificado Destaque Ambiental foram destinados pelo Jornal do Meio Ambiente do Estado de São Paulo à fábrica da Albaugh Brasil, instalada em Resende (RJ).

A indicação das companhias certificadas é feita após uma rigorosa pesquisa no Ministério do Meio Ambiente, Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente) e Secretarias Estaduais e Municipais do Meio Ambiente.

Segundo o diretor de marketing do Jornal do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Fabiano Mariano Dias, os critérios de avaliação são cuidados com: água e efluentes, energia, matéria-prima e resíduos, emissões atmosféricas e educação ambiental. “O prêmio é concedido a um seleto grupo de empresas que se enquadram nesses requisitos”, explica Dias.

Para o diretor industrial da Albaugh Brasil, José Edson Carvalho, o prêmio é um reconhecimento ao trabalho realizado em prol da legislação ambiental e do meio ambiente. “Além de cumprir as leis e normas ambientais, temos a preocupação de participar de programas e projetos de educação e preservação ambiental.”

Recentemente, a Albaugh Brasil patrocinou o I Workshop Projeto de Recuperação de Nascentes Hídricas Resende realizado pela prefeitura municipal. O evento contou com a participação de autoridades municipais e estaduais e tratou entre outros assuntos do pagamento por serviços ambientais, protocolo de recuperação de nascentes e alternativas para motivação dos produtores rurais na recuperação e preservação das nascentes da região. A empresa também patrocinou materiais produzidos pelo Ibama como a Cartilha sobre a Lei de Crimes Ambientais e o Jogo Trilha Ecológica, destinado a alunos de ensino fundamental de todo país.

Nos próximos anos, a empresa planeja investir em projetos de educação ambiental na rede pública de educação de Resende, além de continuar a apoiar iniciativas locais relativas ao meio ambiente.

Albaugh

A Albaugh é uma empresa norte-americana, fundada em 1979, que produz defensivos agrícolas pós-patente e tratamento de sementes. Nos últimos anos, a empresa teve uma expansão considerável no mundo e hoje tem operações no Brasil, Argentina, México, Canadá e Europa, além dos EUA. Atualmente, ocupa o 13º lugar em faturamento no mundo entre as empresas de agroquímicos.

No Brasil, a companhia possui uma fábrica em Resende (RJ), que tem capacidade para produzir 10 mil t/ano de fungicidas cúpricos e conta com produção de herbicidas de última geração, totalmente automatizada, com capacidade de 54 milhões de litros/ano de herbicidas seletivos e não seletivos. A planta tem 16 mil m² e está recebendo investimentos para elevar sua capacidade produtiva. Além disso, tem um escritório central em São Paulo (SP). 

A empresa comercializa no País cerca de 20 produtos entre fungicidas/bactericidas, inseticidas, acaricidas, herbicidas e reguladores de crescimento, com constante expansão do portfólio.

<< RELEASES ANTERIORES

AGRO NOTÍCIAS

Americana Albaugh recebe executivos da revenda agrícola Qualicitrus na planta industrial de Resende

Empresa de defensivos genéricos chegou ao Brasil há um ano e inicia estratégia para fortalecer relação com distribuidores de produtos

Resende (RJ) – Focada no mercado brasileiro de defensivos agrícolas genéricos, a companhia americana Albaugh recebeu, em sua planta industrial de Resende (RJ), um grupo de executivos da revenda Qualicitrus. Os gerentes da Qualicitrus, acompanhados dos sócios Marcos De Giácomo, diretor comercial e Neusa Scentinela, diretora financeira, participaram da agenda informativa Por Dentro da Albaugh, seguida de uma visita guiada à área de produção de fungicidas que funciona naquela unidade.

Em sua apresentação aos visitantes, o diretor comercial da Albaugh, Paulo Tiburcio, ressaltou que a companhia americana quer ser a referência em genéricos no Brasil. “A empresa está reinventando esse mercado”, disse Tiburcio. Ele anunciou ainda que a Albaugh irá expandir seu portfólio voltado ao agronegócio nacional, em busca de maior participação nas culturas de cana-de-açúcar, café, algodão e soja, entre outras

“Nossa estratégia central é transferir rentabilidade ao distribuidor e reduzir o custo de produção do agricultor”, resumiu Tiburcio. Segundo o executivo, a Albaugh foi a empresa de defensivos que mais cresceu no País, saltando de 0,9% de participação em 2015 para 1,5% em 2016. O objetivo, de acordo com o diretor, é obter participação de 4% do mercado de genéricos até 2022.

“A Albaugh respeita a relação das revendas com seus clientes. Nossos parceiros podem contar com produtos de qualidade, rápida entrega e preços mais competitivos que os que da concorrência”, concluiu Paulo Tiburcio.

Pela unidade da Albaugh de Resende (RJ), falaram à Qualicitrus os executivos Edson Carvalho, Francisco Schwab, Fernando Rosadas e Vagner Carvalho. Todos ressaltaram a plena capacidade daquela planta industrial para atender à demanda do mercado por acaricidas, herbicidas, fungicidas e inseticidas da marca Albaugh.

Sediada na cidade de Limeira, no interior de São Paulo, a Qualicitrus é uma empresa do grupo Qualiciclo, com unidades nos municípios paulistas de Arthur Nogueira, Casa Branca, Leme, Mogi Mirim e Porto Ferreira. A Albaugh chegou ao Brasil há cerca de um ano, após a compra das brasileiras Atanor e Consagro. A unidade da companhia no País tem a meta de faturar US$ 500 milhões até 2022, e assim responder por 25% dos negócios globais do grupo.

<< AGRO NOTICIAS ANTERIORES

FOTOS


PARA DOWNLOAD

Dennis Albaugh - fundador

Renato Seraphim - Presidente da Albaugh Brasil

Fábrica Resende - Brasil

Ypê Florido - Fábrica de Resende

Tanques - Fábrica Resende (Brasil). Crédito: Flávia Romanelli

Fábrica de cúpricos - Resende (Brasil) - Crédito: Flávia Romanelli

Fábrica de Resende - laboratório. Crédito: Flávia Romanelli

Renato Seraphim - presidente da Albaugh Brasil - Crédito: Calino